Poluição da água

5 Soluções incríveis para a poluição da água

A água suja e poluída é a principal preocupação de saúde do mundo e persiste em ameaçar a sobrevivência da humanidade e a qualidade da vida aquática. Muitos dos recursos hídricos são cada vez mais vulneráveis ​​à poluição por substâncias químicas tóxicas, sujeira, lixo e patógenos. Isso levou à contaminação da água potável e tornando o habitat aquático insuportável, degradando de forma constante a qualidade da saúde pública e da vida aquática.

Houve vários apelos para reverter a situação tanto a nível internacional como doméstico, mas só pode ser alcançado através de estratégias adequadas e esforço humano. Melhorar a situação da poluição da água deve ser um esforço coletivo, a partir do nível individual.

Poluição de solução para água

Algumas das medidas de controle que podem ajudar a situação incluem:

1. Tratamento de esgoto adequado

A maioria das regiões urbanas ao redor do mundo são atendidas por sistemas domésticos de esgoto que coletam resíduos de esgoto para um ponto de coleta central para tratamento, após o qual é esvaziado em lagos, rios ou oceanos para sofrer ruptura biológica.

Nos mundos desenvolvidos, os processos de tratamento foram aperfeiçoados através de sistemas operados de boa engenharia. No entanto, os sistemas apenas limpam cerca de 90% da carga de poluentes de esgoto.

Em alguns países em desenvolvimento e regiões pobres, o esgoto é despejado diretamente nos corpos d’água menos sofrendo qualquer tipo de tratamento ou limpeza. Algumas áreas urbanas também têm vazamentos de esgoto, enquanto alguns têm vazamento de sistemas de esgoto que descarregam diretamente o conteúdo em fontes de água. O emprego das seguintes abordagens pode ajudar a melhorar a poluição das águas residuais de esgoto.

Como uma forma de reduzir a carga de poluição para zero, é necessário o processo de limpeza mais avançado. Alguns mundos desenvolvidos possuem plantas de tratamento de esgoto com sistemas extras para a eliminação de agentes patogênicos e nutrientes. Outras regiões devem emular esta estratégia para reduzir as cargas de poluentes de esgoto para zero.
Continuação de manutenção, incluindo substituição e reparo de vazamento e infra-estrutura de processamento de esgoto defeituoso.
Reduzindo a sobrecarga hidráulica aumentando a capacidade de transporte de volume do esgoto no ponto central de coleta.
O gerenciamento de esgoto também deve incorporar o tratamento e a limpeza do escoamento das águas pluviais que contém vários contaminantes, um aspecto comumente negligenciado no desenvolvimento e em algumas nações desenvolvidas.
As fossas sépticas domésticas domésticas devem assegurar o pré-tratamento no local das águas residuais antes de se infiltrar no solo.

2. Práticas Agrícolas Verdes

As práticas de produção agrícola se qualificam como agentes causais maciços para a poluição da água. Os sedimentos são lavados de terras agrícolas para lagos, rios e oceanos causando deposições de limo. Os agricultores podem utilizar métodos de controle de erosão e sedimentos para limitar correntes de escoamento e manter os solos em suas fazendas.

Técnicas de práticas agrícolas verdes como rotação de culturas, mulching, plantação de culturas perenes, arado de contorno e instalação de cercas de limo podem minimizar os efeitos. Os fertilizantes comerciais e o estrume animal aplicado às terras agrícolas contêm nitratos e fosfatos que são lavados em corpos d’água. Do mesmo modo, os pesticidas e os herbicidas possuem contaminantes químicos que são lavados nos lagos, rios e oceanos pelas águas pluviais.

Os agricultores podem formular e colocar em prática planos de gerenciamento de nutrientes para reduzir a aplicação de excesso de nutrientes, reduzindo assim o potencial de poluição por fosfatos e nitratos. Os impactos da aplicação de pesticidas e herbicidas podem ser gerenciados usando técnicas de manejo de pragas integradas (IPM), como o controle biológico de pragas para controle de pragas e minimizar a dependência de pesticidas químicos.

3. Tratamento de águas residuais industriais

As instalações industriais geram cargas de águas residuais contendo altas concentrações de poluentes de água convencionais, como petróleo, hidrocarbonetos de petróleo, compostos químicos tóxicos, metais pesados ​​e outros contaminantes como amônia. Algumas usinas também liberam águas residuais aquecidas em corpos d’água, interferindo com as temperaturas normais da água.

Reduzir os efeitos da poluição da água causados ​​pelas indústrias, assim, exigem sistemas bem-projetados de tratamento e refrigeração de água. Tanto quanto as indústrias possuem esses sistemas especializados de tratamento de resíduos, um bom número de indústrias tem sistemas mal mantidos e alguns necessitam de protocolos de tratamento de qualidade. A instalação de instalações de pré-tratamento e a adoção de protocolos de tratamento de resíduos de qualidade podem ajudar amplamente a eliminar os contaminantes tóxicos.

Portanto, todas as indústrias de manufatura devem garantir que tenham uma instalação de tratamento bem projetada que possa prevenir a poluição da água por meio de resfriamento, tratamento e remoção de todos os componentes tóxicos dos resíduos descarregados em corpos de água.

4. Leis e políticas antipoluição

As leis e regulamentos antipoluição a nível local, estadual e internacional são medidas perfeitas para reduzir a poluição da água. As leis sempre desempenharam um papel excelente para garantir que os níveis de poluição da água sejam mantidos ao mínimo. As políticas de proteção ambiental, como os Atos de Água Limpa, trabalham para assegurar que as leis antipoluição sejam efetuadas e se apliquem a todas as águas significativas, incluindo águas subterrâneas.

As leis anti-poluição também podem estabelecer medidas que colocam restrições para os principais problemas de poluição da água, tais como tratamento de lixo e resíduos industriais e gerenciamento de lixo. Essas leis devem ser direcionadas para mercados, indústrias, hospitais, escolas e conselhos locais.

5. Esforços individuais e campanhas educativas

Existem formas inconfundíveis em que indivíduos e grupos podem tomar iniciativa ou educar pessoas sobre os perigos da poluição da água. É sempre um excelente ponto de partida como meio de combater as causas mais amplas da poluição da água. Indivíduos e grupos conscientes dos perigos da poluição da água podem educar familiares, amigos e até mesmo a sociedade como um todo através de campanhas conjuntas e advocacia. Exemplos incluem o uso de mídia, instituições e fóruns educativos on-line. Os tópicos educativos podem incluir:

A necessidade de usar lixeiras nunca lança lixo em rios, praias ou cachoeiras.
O uso sábio da água também pode reduzir a quantidade de águas residuais que exigirá tratamento.
Evitar o lançamento de óleos, tintas, produtos químicos e medicamentos no dreno ou no vaso pode também contribuir para reduzir os perigos da poluição da água. Os resíduos de produtos de consumo e utilitários, como medicamentos, células de bateria e outros resíduos químicos, podem ser descartados em pontos de eliminação designados, onde as autoridades competentes podem colecioná-los e descartá-los efetivamente.
O uso de produtos de consumo mais ecológicos em casa e em locais públicos também pode aliviar consideravelmente o peso da poluição.
Plantar muitas árvores e vegetação dentro de nossas localidades pode reduzir as correntes de águas pluviais, de modo que quando chove, sedimentos e produtos químicos não se drenam facilmente nas águas.